segunda-feira, 29 de setembro de 2014

VENCENDO AS TEMPESTADES

Esboço de Pregação

INTRODUÇÃO
Como o crente poderá saber se o que está acontecendo em sua vida é uma tempestade ou um problema corriqueiro? Geralmente, quando a pessoa se assusta com pequenos problemas, a sabedoria popular diz que isto é fazer tempestade em copo d’água. Mas, quando as adversidades se agigantam, sentimo-nos incapazes para superarmos o desafio das ondas. Então, não nos resta outra escolha senão entregarmos a nossa vida nas mãos do Mestre.
TEMPESTADE É: Ação violenta da atmosfera, às vezes acompanhada de chuvas, vento e trovões. É denominada também de temporal, e pode significar, em um sentido figurado, luta, tribulação, prova, aflição na vida do crente.
ATITUDES PARA VENCERAS TEMPESTADES DA VIDA
Primeira Atitude
NÃO SE DEIXAR DOMINAR PELO PAVOR
(Isaías 21.4) O meu coração se agita, o horror apavora-me; o crepúsculo, que desejava, tem-se-me tornado em tremores. O medo tem base racional. É uma defesa do psiquismo(o que sentimos, fazemos e pensamos, o que cada um é) do ser humano, pois a pessoa passa a ter mais cuidado com aquilo que pode fugir ao seu controle. Porém, o pavor é incontrolável. O pavor provoca desequilíbrio psicológico, perda do raciocínio lógico e neutraliza o potencial humano. A pessoa apavorada pode ter delírio e ilusão. Muitas pessoas morrem em assaltos ou em qualquer outra situação de perigo porque foram dominadas pelo pavor.
Segunda Atitude
USAR O POTENCIAL HUMANO ATÉ O LIMITE MÁXIMO
Os discípulos  no texto bíblico, começaram a remar entre seis e sete horas da noite, mas na quarta vigília da noite, perto da meia-noite, eles ainda estavam no meio do mar, que geograficamente é um pouco menor do que a Baía de Guanabara no Rio de Janeiro. Os discípulos empregaram todo o seu potencial, foram ao limite máximo de suas forças. O crente deve usar o seu potencial até o limite máximo para enfrentar a tempestade. 

(Josué 1.6) Esforça-te, e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria. 

(Eclesiastes 9.10)Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
Terceira Atitude - NÃO DESISTIR
Os discípulos lutavam contra o vento, tentando chegar à outra margem. Se parassem de remar, iam terminar em alguma praia ou senão voltariam ao lugar de origem. Mas, em geral, a intenção deles não era simplesmente chegar ao outro lado da margem do lago. O crente igualmente deve lutar para alcançar a sua vitória sobre os problemas da vida.

(2 Crônicas 15.7; 32.7) Naquela mesma noite Deus apareceu a Salomão, e lhe disse: Pede o que queres que eu te dê. 

(32.7) Sede corajosos, e tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis, por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, pois há conosco um maior do que o que está com ele.
Quarta Atitude - TER FÉ
Se tem uma virtude que atrai a atenção do Mestre, essa virtude é a fé.
1 - A Bíblia Relata o Caso de Fé do Centurião de Cafarnau.

(Mateus 8.5-13) Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, chegou-se a ele um centurião que lhe rogava, dizendo: 

6 - Senhor, o meu criado jaz em casa paralítico, e horrivelmente atormentado. 

7 - Respondeu-lhe Jesus: Eu irei, e o curarei. 

8 - O centurião, porém, replicou-lhe: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado; mas somente dize uma palavra, e o meu criado há de sarar.
9 - Pois também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz. 

10 - Jesus, ouvindo isso, admirou-se, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que a ninguém encontrei em Israel com tamanha fé.
11 - Também vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e reclinar-se-ão à mesa de Abraão, Isaque e Jacó, no reino dos céus;
12 - mas os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes. 13 - Então disse Jesus ao centurião: Vai-te, e te seja feito assim como creste. E naquela mesma hora o seu criado sarou.
2 - Da Mulher Cananéia 

(Mateus 15.21-28) Ora, partindo Jesus dali, retirou-se para as regiões de Tiro e Sidom. 

22 - E eis que uma mulher cananéia, provinda daquelas cercania, clamava, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim, que minha filha está horrivelmente endemoninhada.

23 - Contudo ele não lhe respondeu palavra. Chegando-se, pois, a ele os seus discípulos, rogavam-lhe, dizendo: Despede-a, porque vem clamando atrás de nós. 

24 -Respondeu-lhes ele: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. 

25 - Então veio ela e, adorando-o, disse: Senhor, socorre-me. 

26 - Ele, porém, respondeu: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. 

27 - Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. 

28 - Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! seja-te feito como queres. E desde aquela hora sua filha ficou sã.
3 - Dos Homens que Conduziam o Paralítico. 

(Marcos 2.1-12)Alguns dias depois entrou Jesus outra vez em Cafarnaum, e soube-se que ele estava em casa. 

2 - Ajuntaram-se, pois, muitos, a ponta de não caberem nem mesmo diante da porta; e ele lhes anunciava a palavra. 

3 - Nisso vieram alguns a trazer-lhe um paralítico, carregado por quatro; 

4 - e não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o paralítico. 

5 - E Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: Filho, perdoados são os teus pecados. 

6 - Ora, estavam ali sentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações, dizendo: 

7 - Por que fala assim este homem? Ele blasfema. Quem pode perdoar pecados senão um só, que é Deus? 

8 - Mas Jesus logo percebeu em seu espírito que eles assim arrazoavam dentro de si, e perguntou-lhes: Por que arrazoais desse modo em vossos corações? 

9 - Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Perdoados são os teus pecados; ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito, e anda? 

10 - Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados ( disse ao paralítico ), 

11 - a ti te digo, levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. 

12 -Então ele se levantou e, tomando logo o leito, saiu à vista de todos; de modo que todos pasmavam e glorificavam a Deus, dizendo: Nunca vimos coisa semelhante.
4 - Da Mulher do Fluxo de Sangue e de Jairo. 

(Marcos 5.21-43) Tendo Jesus passado de novo no barco para o outro lado, ajuntou-se a ele uma grande multidão; e ele estava à beira do mar. 

22 - Chegou um dos chefes da sinagoga, chamado Jairo e, logo que viu a Jesus, lançou-se-lhe aos pés. 

23 - e lhe rogava com instância, dizendo: Minha filhinha está nas últimas; rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos para que sare e viva. 

24 - Jesus foi com ele, e seguia-o uma grande multidão, que o apertava. 

25 - Ora, certa mulher, que havia doze anos padecia de uma hemorragia, 

26 - e que tinha sofrido bastante às mãos de muitos médicos, e despendido tudo quanto possuía sem nada aproveitar, antes indo a pior, 

27 - tendo ouvido falar a respeito de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou-lhe o manto; 

28 -porque dizia: Se tão-somente tocar-lhe as vestes, ficaria curada. 

29 - E imediatamente cessou a sua hemorragia; e sentiu no corpo estar já curada do seu mal. 

30 - E logo Jesus, percebendo em si mesmo que saíra dele poder, virou-se no meio da multidão e perguntou: Quem me tocou as vestes? 

31 - Responderam-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e perguntas: Quem me tocou? 

32 - Mas ele olhava em redor para ver a que isto fizera. 

33 - Então a mulher, atemorizada e trêmula, cônscia do que nela se havia operado, veio e prostrou-se diante dele, e declarou-lhe toda a verdade. 

34 - Disse-lhe ele: Filha, a tua fé te salvou; vai-te em paz, e fica livre desse teu mal. 

35 -Enquanto ele ainda falava, chegaram pessoas da casa do chefe da sinagoga, a quem disseram: A tua filha já morreu; por que ainda incomodas o Mestre? 

36 - O que percebendo Jesus, disse ao chefe da sinagoga: Não temas, crê somente.

37 - E não permitiu que ninguém o acompanhasse, senão Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago. 

38 - Quando chegaram a casa do chefe da sinagoga, viu Jesus um alvoroço, e os que choravam e faziam grande pranto. 

39 - E, entrando, disse-lhes: Por que fazeis alvoroço e chorais? a menina não morreu, mas dorme. 

40 - E riam-se dele; porém ele, tendo feito sair a todos, tomou consigo o pai e a mãe da menina, e os que com ele vieram, e entrou onde a menina estava. 

41 -E, tomando a mão da menina, disse-lhe: Talita cumi, que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te. 

42 -Imediatamente a menina se levantou, e pôs-se a andar, pois tinha doze anos. E logo foram tomados de grande espanto.

43 - Então ordenou-lhes expressamente que ninguém o soubesse; e mandou que lhe dessem de comer.
1 - A fé é a vitória que vence o mundo. 

(1 João 5.4)  porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
2 - Para o crente que tem fé, tudo é possível. 

(Marcos 9.23) Ao que lhe disse Jesus: Se podes! – tudo é possível ao que crê.
3 - Sem fé é impossível agradar a Deus. 

(Hebreus 11.6) Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
TRÊS AÇÕES PARA VENCER AS TEMPESTADES
Primeira Ação  - CLAMAR A JESUS
Os discípulos disseram em Marcos 4.38: “Mestre, não se te dá que pereçamos?” E Pedro, em Mateus 14.30 disse: “Senhor, salva-me”. Existem pessoas que, nas horas da tempestade, não clamam à pessoa certa. Não vão a Jesus, que nunca deixou ninguém sem resposta. Mas os discípulos clamaram por Jesus.
Segunda Ação - PERMANECER NO SEU LUGAR
A menos que Jesus ordene que saia, conforme aconteceu com Pedro (Mateus 14.29) Disse-lhe ele: Vem. Pedro, descendo do barco, e andando sobre as águas, foi ao encontro de Jesus. A pessoa jamais deverá abandonar o barco, ainda que tudo pareça submergir. O crente não pode ficar apavorado se estiver entrando água no barco. Diante de tudo o que estiver acontecendo, o melhor lugar ainda é estar dentro dele.
Terceira Ação - OBEDECER A CRISTO
Os discípulos não navegavam para um passeio recreativo. Jesus ordenou que eles entrassem no barco e seguissem adiante. 

Em Mateus 14.22, "Logo em seguida obrigou os seus discípulos a entrar no barco, e passar adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia as multidões". 

Em Marcos 4.35 Naquele dia, quando já era tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. O Mestre mandou passar para a outra margem. Os discípulos obedeceram à ordem de Cristo. Se o crente obedecer a Cristo, nenhuma tempestade poderá impedir a sua trajetória. Jesus falou em 

Mateus 7.24 que todo aquele que escuta as Suas palavras é comparado ao homem prudente que edificou a sua casa na rocha. Por outro lado, quem não obedece, edifica-a sobre a areia.
PORQUE DEUS PERMITE A TEMPESTADE?
O crente terá de lutar contra as constantes aflições deste mundo (João 16.33) Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. Pelo menos com duas finalidades:
Primeiro - PARA CONHECER OS LIMITES HUMANOS
Quando a pessoa está em meio às bênçãos e vitórias, foi promovida na empresa onde trabalha, ela corre o risco de pensar que não precisa mais da ajuda de Deus. Por várias circunstâncias da vida, o homem pensa que é importante. Porém, no (Salmo 40.17) Eu, na verdade, sou pobre e necessitado, mas o Senhor cuida de mim. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó Deus meu. 

Davi, um rei riquíssimo e poderoso, percebeu que não era nada.  Deus também criou um espinho na carne do apóstolo Paulo para que este não se vangloriasse. 

(2 Coríntios 12.7) E, para que me não exaltasse demais pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de que eu não me exalte demais.
Segundo - PARA CONHECER QUEM É JESUS
A tempestade acontece na vida do crente para que este conheça melhor quem é Jesus.
1 - O Senhor Jesus é o nosso socorro bem presente na angústia (Salmo 46.1).
2 - Somente Ele é a ressurreição e a vida. 

(João 11.25) Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e o caminho (João 14.6) Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
3 - E em nenhum outro há salvação (Atos 4.12)  E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.
CONCLUSÃO
Se tão-somente o crente estiver junto a Cristo, confiando firmem ente nEle, jamais será submergido pelas tempestades da vida. Cristo prometeu que estaria com a Sua Igreja até a consumação dos séculos.
Autor da Mensagem: Pastor Silvas Malafaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário